Skip to content

Iniciativa M&M: Distrito X

20/07/2009

E fazendo minha participação no tema ‘Séries Policiais’, vou aproveitar para falar de uma série da Marvel ótima para quem quer idéias de campanhas com supers com poderes menores. mm policial

Distrito X foi uma série que durou pouco mais de um ano (ignorando o arco na House of M), que tratava de um bairro em Nova Iorque onde a maioria da população eram mutantes. O X-Men Bishop agia como oficial da lei local e a série tratava de histórias policiais no bairro. Vou aproveitar o tema para fazer uma adaptação dessa série (com algumas alterações minhas), fazendo uma descrição do local e citando idéias de aventuras.

Distrito X

O Distrito X se localiza em Manhattan, Nova Iorque, na região do East Village. O local se formou quando mutantes, tentando encontrar um local onde não fossem perseguidos pelos humanos, começaram a se mudar para a região de forma a morarem próximos uns dos outros. Com o tempo a presença mutante aumentou e o bairro começou a ser chamado de ‘Mutant Town’ (Cidade Mutante). O aumento no número de mutantes fez com que os humanos começassem a se mudar para fora do bairro e as autoridades locais dessem cada vez menor importância ao local. Logo o bairro começou a atrair mutantes de outros países, que vinham para Nova Iorque procurando oportunidades e acabavam indo morar no Distrito X.

Atualmente, o local é o bairro com os piores índices de analfabetismo, desemprego e concentração demográfica nos Estados Unidos. Ele também é o local com os maiores índices de assalto, tráfico e prostituição no país. O local se tornou um gueto, dividido por diversas gangues mutantes e grupos criminosos.

A grande concentração de mutantes também influenciou a cultura local, criando um gênero próprio de moda, artes e negócios. Apesar da maioria da população possuir poderes que são desvantajosos, a parcela que desenvolveu habilidades úteis se tornaram prestadores de serviço. A grande quantidade de mutações envolvendo alterações físicas alterou a noção de beleza local, gerando obras de arte que seriam consideradas perturbadoras em outros locais. E a moda foi utilizada como forma de reforçar a identidade, usando acessórios que enfatizam as diferenças entre os mutantes e os humanos e valorizam as características individuais de cada habitante do bairro. As diferenças culturais e a variedade de etnias criou uma grande diversidade na vida noturna e subculturas.

Devido a Nova Iorque já ter passado por diversas revoltas quando a insatisfação popular se tornava muito alta, o governo fez um acordo com os X-Men para a criação de uma força-tarefa para ajudar no policiamento local, tentando melhorar a qualidade de vida no bairro.

Alguns Personagens Conhecidos

Alexei Vazhin: Um dos agentes do governo responsáveis pelo acordo com os X-Men para ajudar na criação da força-tarefa, ele mantém uma posição de consultor governamental sobre o Distrito X.Ocasionalmente emprega métodos ilegais para garantir a estabilidade local, como uso de mercenários para operações de roubo ou assassinato.

Daniel “Shaky” Kaufman: Um dos dois chefes do crime no bairro. Shaky possui diversos estabelecimentos no bairro, a maioria clubes noturnos. Sua mutação faz com que tenha ataques de fúria e violência que não consegue controlar.

‘Filthy’ Frankie Zapruder: O outro chefe do crime no bairro, o corpo de Filthy produz um odor forte continuamente, cujo ‘aroma’ varia de acordo com seu humor.

Jerry Halliwell: Agente do governo que serve de contato entre a força-tarefa e o governo.

Mr. Punch: Um dos capangas de Shaky, Mr. Punch é incapaz de sentir dor. Extremamente fiel, Kaufman o utiliza sempre que precisa descarregar sua raiva.

Randolph Esposito: Chefe de polícia do 11º Distrito, também conhecido como Distrito X ou ‘Mutant Town’.

Toad Boy (Tarquin Berderaux): O corpo do ‘garoto sapo’ gera secreções com propriedades alucinógenas e viciantes. Quando suas propriedades se tornam conhecidas, o garoto passa a ser disputado pelas diversas gangues e os dois chefes do crime locais.

Zippermouth (Vincent): Capanga de Filthy, Vincent possui poderes mentais que o permitem verificar o humor e intenções de outras pessoas.

Estilo e Clima

As histórias no Distrito X lembram seriados como Nova Iorque contra o Crime e The Shield. A decadência e o sofrimento dos habitantes são temas comuns e a maioria das histórias gira em torno de crimes comuns adaptados para o conceito mutante (guerras de gangues com poderes, uma nova droga é criada do corpo de um jovem mutante, pessoas são manipuladas através de poderes mentais, etc).

Campanhas assim são melhores em NPs mais baixos (6-8). Os personagens podem tanto ser membros da força-tarefa formada quanto pessoas que já viviam em Mutant Town. Grande quantidade dos personagens originários do bairro possuem poderes pequenos ou mutações que são deficiências, como membros que não podem controlar ou deformações físicas que geram repulsa. Poderes realmente impressionantes e benéficos são raros.

Num jogo usando da idéia da ‘força-tarefa’, o mais simples seria criar uma campanha em formato de episódios. Toda sessão os personagens recebem um novo crime para solucionar e os crimes não precisam ser interligados. Isso geraria campanhas similares a diversos seriados policiais, como CSI. Caso o mestre queira uma campanha com aventuras interligadas, é fácil manter a idéia de resolução de um crime por episódio atrelando a isso o combate aos chefes criminosos locais. Cada crime pode ser mais uma pista de quais são os planos de ‘Filthy’ e ‘Shaky’, mais uma prova que o grupo reuniu para um dia derrubar os dois.

Em campanhas com os habitantes locais seriam mais fáceis de criar aventuras no estilo Sin City. Usando os criminosos menores e os desajustados locais, a campanha poderia girar em torno da sobrevivência no local e as dificuldades de não pertencer a polícia ou aos grandes grupos criminosos.

Outra possibilidade é o X-Factor. O antigo grupo se instalou no local e criou uma agência de investigadores, se afastando por um tempo das grandes aventuras contra ameaças mundiais que os outros times X vivem enfrentando. Seria simples incluir os personagens como o novo X-Factor (ou criar seu próprio time para isso) e instalar o grupo no local. Eles passariam então a prestar serviços como investigadores particulares, outro nicho clássico de seriados e contos policiais.

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. 21/07/2009 3:44 am

    uhuuuu!!!! Muito muito legal…. Ficou fácil de se conolar em qualquer cenário!!!!

  2. Arquimago permalink
    22/07/2009 6:44 pm

    Caraca! Muito bom o cenário!!! Deu até vontade de comprar o Gibi!!! E olha que isso é muuuuuito dificil de acontecer!!!

Trackbacks

  1. Iniciativa M&M: Tropa de Elite « Pergaminhos Dourados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: