Skip to content

Iniciativa M&M: Scion, deuses greco-romanos (parte 1)

01/10/2009

DodekatheonO Dodekatheon, panteão dos deuses greco-romanos, é o segundo mais antigo dos panteões no mundo de Scion. Ele surgiu a 4.000 anos mas se manteve num estado de constante evolução nos dois milênios seguintes.

Isso está relacionado as crenças do panteão. Os deuses do Dodekatheon acreditam no valor individual, na capacidade de superar as expectativas e o papel que a sociedade tenta impor ao indivíduo. A perfeição e a excelência levam a criação de maravilhas que fortalecem o mundo e o ajudam a se defender do caos representado pelos Titãs.

Aqueles que demonstram maestria e genialidade são os que mais devem ser cobrados e testados. Isso é algo visto de forma contínua na mitologia do panteão, com grandes heróis lendários (Scions) passando por provações vindas dos deuses.

A falha comum dos deuses do panteão é seu orgulho e arrogância. Eles acreditam que um herói solitário e suficientemente impressionante poderia vencer os Titãs e salvar o mundo. Eles tem dificuldades de aceitar que essa é uma guerra que não pode ser vencida por um único grande herói, o que vai contra várias de suas lendas mais famosas. Seus deuses criam e preparam um Scion lendário após o outro, esperando encontrar aquele que irá vencer a guerra. E quando seu novo ‘escolhido’ morre, eles dão de ombros e começam a preparar o próximo. Não é de estranhar que eles sejam um dos panteões que mais perdeu Scions desde o começo da guerra.

Aphrodite

A mais bela das deusas do panteão greco-romano, a sua beleza é admirada mesmo entre os outros panteões. Infelizmente, sua frivolidade e seu temperamento exigente e mimado também são amplamente conhecidos. Ela ama e perde o interesse nos seus amantes com facilidade, tendo se envolvido em diversos romances inapropriados ao longo dos milênios. Diversos conflitos que causaram grande destruição, tanto entre os deuses quanto entre os mortais, se iniciaram devido a essa atitude supérflua da deusa. Ela sempre escapa dessas situações sem mais do que uma repreensão leve dos outros deuses. Seus servos e amantes, entretanto, não tem a mesma sorte.

No nosso mundo ela assume a aparência de mulheres lindas. Ela já foi uma modelo famosa, uma editora de uma revista de moda e uma cantora de soul.

Seus filhos herdam a aparência impressionante da sua mãe (Carisma elevado e várias graduações em Atraente). Dom artístico (Ofícios, Perfomance) e a capacidade de conquistar facilmente os outros (Blefar, Diplomacia) são comuns nestes Scions. Eles podem tanto ser destruidores de corações e causadores de ruína como a mãe (Confusão, Controle Emocional, Drenar Característica, Fadiga, etc.) como desenvolver o aspecto de inspiração de Aphrodite, ajudando os outros a se tornarem melhores do que seriam sem sua presença (Cura, Fortalecer Característica, Transformação, etc.).

Apollo

Apollo é um dos deuses mais bonitos, carismáticos e, ao mesmo tempo, inconvenientes do panteão. Ele é o deus da música, do sol, da arte e da beleza, aquele que controla as doenças e sua cura.

Ele costuma utilizar no nosso mundo uma aparência similar a sua forma verdadeira, a de um homem alto, loiro, de olhos azuis e pele bronzeada. Ele é verdadeiro no que diz e no que faz, o tornando confiável e carismático. Ao mesmo tempo, ele gosta tanto de falar a verdade que acaba por insultar os outros. No nosso mundo ele já foi massagista e terapeuta New Age, um neuro-cirurgião famoso, e um crítico de filmes cruel.

Seus filhos herdam a mesma beleza física do pai (Carisma elevado e graduações em Atraente). Eles seguem carreiras como músicos (Perfomance), artistas (Ofícios) e médicos (Medicina). Eles herdam o controle do pai sobre o sol (Controle de Elemento, Controle de Luz, Raio, etc.) e sobre as enfermidades e sua cura (Cura, Regeneração, etc.).

Ares

O deus da guerra do panteão, Ares é o guerreiro supremo. Sua raiva, atitude, desrespeito e agressividade fazem parecer que ele deve ser um louco indisciplinado em combate. Acreditar nisso já provocou a morte de diversos de seus adversários. Com uma arma na mão (seja qual for) Ares se mostra um combatente habilidoso e insuperável, alguém capaz de vencer mesmo os combates mais desvantajosos. Infelizmente essa genialidade some quando ele precisa de lidar com assuntos não relacionados à guerra.

No nosso mundo, Ares já foi um fabricante de armas, um comandante de um grupo especial das forças armadas e um líder de milícias. Ele é a pessoa ideal quando alguém precisa de um ‘Rambo’: alguém disposto a viajar até um lugar estrangeiro inóspito, conhecer um povo exótico e então matar todo mundo.

Seus filhos são tão intimidadores e agressivos quanto ele. Para ensinar seus filhos a não agirem como loucos sanguinolentos, seu pai joga desafios contra eles de forma constante para ensinar o valor de uma mente capaz de superar a fúria e utilizar de inteligência em combate. Eles herdam a Força e Constituição elevadas dele, sua capacidade de causar medo (Intimidação) e sua habilidade em sobreviver sozinho (Medicina, Sobrevivência). Muitas vezes a capacidade de intimidação se torna algo sobrenatural (Controle Emocional limitado ao medo), assim como a capacidade de enraivecer alguém (Controle Emocional limitado ao ódio). A genialidade marcial também é herdada com frequência, gerando soldados superiores aos de qualquer exército mortal (Golpe, Proteção, Regeneração, etc.).

Artemis

A deusa da lua, arqueira habilidosa e irmã de Apolo. Artemis abomina a idéia de ser tocada por homens e prefere a companhia das mulheres. Seus Scions são conseguidos em negociações com outros deuses, pois ela não possui filhos.

Artemis é orgulhosa, narcisista, perigosa e mutável. No nosso mundo, ela gosta de assumir diversas identidades ao mesmo tempo e experimentar vidas que estão em constante mudança. Ela já foi uma senadora, uma guitarrista, uma médica e uma dominatrix. Isso faz parte de sua personalidade, sempre em constante mudança.

Isso se reflete em seus Scions. Ela os incentiva (e manipula, se preciso) para que tenham vidas agitadas e sem estabilidade, assumindo novos papéis e carreiras de tempos em tempos num fluxo constante de novas experiências.

Seus Scions herdam sua Sabedoria e Destreza elevadas. A mudança constante nas suas vidas faz com que desenvolvam uma variedade grande de habilidades, nunca se focando muito tempo em qualquer uma delas (diversas perícias, a maioria com poucas graduações). A capacidade de mudar suas vidas rapidamente muitas vezes se torna um dom sobrenatural (Forma Alternativa, Metamorfose, Morfar, Imitação de Característica, etc.). Eles também desenvolvem controle sobre o aspecto de deusa da lua de Artemis (Controle de Escuridão, Invisibilidade, Obscurecer, etc.).

Athena

A deusa da perfeição e sabedoria, dos cabelos dourados e corpo sedutor. Ela é a mediadora perfeita, aquela capaz de resolver qualquer disputa através da sua sabedoria superior. Até que alguém duvide de suas capacidades.

Athena é tão sábia quanto orgulhosa. Nas poucas vezes em que teve seu intelecto derrotado, isso ocorreu porque seus adversários usaram de seu orgulho contra ela. Por diversas vezes ela já aceitou desafios que não podia superar mesmo com a ajuda de seus Scions, porque não era capaz de aceitar que alguém questionasse suas habilidades. E ela é uma péssima perdedora.

No nosso mundo, Athena já foi uma professora do ensino médio, uma bibliotecária e uma palestrante motivacional famosa. Ela passa um ar de sabedoria e experiência, alguém com muita vivência e que conhece o mundo.

Athena não tem filhos. Assim como Artemis, ela consegue seus Scions através de negociações com outros deuses. Ela prefere os intelectuais (Conhecimentos elevados) e os artistas (Ofícios, Performance). Eles costumam aprender com sua ‘mãe’, desenvolvendo a mesma Inteligência e Sabedorias elevadas. Eles também aprendem com Athena habilidades para fazer com que a justiça dos deuses seja cumprida (Golpe, Proteção, Raio, Super-Sentidos, etc.). Muitos também desenvolvem uma ligação sobrenatural com as corujas, animal associado a deusa (Controle de Animais, Imitação de Animais e Metamorfose limitados à corujas).

Dionysus

Dionysus costuma ter a aparência de um homem de cabelos negros, magro e olhar inofensivo. Quem o vê (tanto na sua forma normal quanto na divina), teria dificuldades em acreditar que ele é um antigo Scion de Zeus que, entre um bacanal e outro, conseguiu alcançar o posto de deus.

A euforia que chega a loucura é um sentimento presente por onde Dionysus passa, até hoje um festeiro bêbado incorrigível. No nosso mundo ele já foi um dono de clube, um chef, um traficante e um dono de restaurante. Ele também gosta de viver papéis passageiros, identidades sem nome que aparecem num lugar, criam a maior festa em que os habitantes locais já estiveram e então partem em seguida. Com esse tipo de vida, não é de estranhar que a maioria de seus Scions sejam feitos por acidente.

Mesmo que nunca venham a conhecer seu pai ‘em pessoa’, seus filhos herdam a capacidade de provocar a euforia e criar festas em locais inusitados. Sua personalidade carismática (Carisma elevado) atrai pessoas com facilidade e eles logo se tornam o centro das atenções. Eles sobrevivem bem a essa vida sem controle por também herdarem a resistência do pai (Constituição elevada). Eles são bons em atrair e conquistar os outros (Diplomacia, Blefar, Intuir Intenção) e muitos demonstram habilidades artísticas (Ofícios). A habilidade de criar o caos (Controle de Sorte, Controle Emocional, Controle Mental, etc.) é algo natural para eles, assim como o domínio sobre a fertilidade (Controle Vital, Cura, Fortalecer Característica, etc.), aspecto associado ao seu pai.

E encerro por aqui essa parte. Na próxima os seis deuses restantes, começando por Hades.

2 Comentários leave one →
  1. 01/10/2009 12:07 pm

    Fenomenal, como os anteriores!!!

Trackbacks

  1. Twitted by rpgvale

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: