Skip to content

Iniciativa M&M: Dragon Fist, Introdução

13/11/2009

Sobrou um tempinho, então vou aproveitar para começar a trabalhar a adaptação de Dragon Fist para M&M. Quem está acompanhando as adaptações de Scion não se preocupem, vou terminar elas ainda. Só estou pegando um tempo para trabalhar um pouco com outras coisas e renovar as idéias.

Para quem perdeu, está aqui o conto original (traduzido com certa liberdade) de Dragon Fist. Aqui está o post do Talude com o material original para download, para quem quiser. Se ocorrer algum problema com os downloads me avisem que eu disponibilizo em outro lugar.

Dragon Fist foi um jogo criado entre a segunda edição do Ad&d e a 3.0 e distribuído gratuitamente pela Wizads. A idéia do jogo era simular os filmes wuxia. Para quem não conhece, wuxia são aqueles filmes de artes marciais mais fantásticos onde as pessoas são capazes de saltos gigantes e acrobacias impossíveis. Normalmente são orientais (como Herói e Clã das Adagas Voadoras) mas já tivemos alguns exemplos ocidentais que poderiam ser considerados ‘wuxia-like’ (como o primeiro Matrix).

Dragon Fist se passa no império de Tianguo, vinte anos após o imperador Jianmin ter se tornado corrupto e começado a devorar almas. Os jogadores fazem parte de uma das nove sociedades secretas do império, conhecidas como Mundo das Artes Marciais. Antes grupos isolados e muitas vezes inimigos, essas organizações decidiram se reunir para tentar derrubar o imperador e reestabelecer o equilíbrio em Tianguo.

Tianguo: Ontem e hoje

Tianguo lembra muito a China de séculos atrás. O império é mantido por duas grandes organizações: a Burocracia Imperial (formada pelos oficiais do império) e o Exército Imperial (formado pelos militares). Qualquer um pode se tornar um oficial ou militar. Para isso, basta se candidatar para a organização e passar nos testes necessários. Isso gera uma estrutura onde, teoricamente, qualquer um pode se tornar importante em Tianguo desde que tenha a habilidade e determinação necessárias.

A corrupção de Jianmin afetou a hierarquia dessas duas organizações. Para conseguir cargos importantes a capacidade de executar ordens sem questionamentos, a amoralidade e crueldade tem sido habilidades cada vez mais requisitadas. Jianmin tem se tornado cada vez mais impulsivo, violento e cruel em suas decisões e isso acaba por privilegiar as pessoas capazes de servir um imperador como ele. Além disso, é esperado que qualquer membro das duas organizações que alcance um posto importante se torne um eunuco. É possível se tornar um importante oficial militar ou da burocracia sem esse processo, mas é impossível alcançar um posto que permita a entrada na corte do imperador sem isso. Essa é considerada uma demonstração de lealdade unicamente ao império e exigida por Jianmin. Os quatro conselheiros principais do imperador e de facto governantes de Tianguo para a maioria das situações do dia-a-dia são quatro eunucos: o Lorde do Norte, o Lorde do Sul, Lorde do Leste e Lorde do Oeste. Todos são habilidosos artistas marciais e seguidores fanáticos de Jianmin.

Os camponeses são todos que não se alistaram no exército ou no governo do império. Eles vivem tanto no campo quanto na cidade, se ocupando das tarefas menores, como agricultura ou a prestação de serviços. O império estabeleceu um sistema econômico complexo, com uma grande quantidade de serviços disponíveis (médicos, artistas em geral, construtores especializados, empresas de segurança, etc.). Para facilitar os negócios e manter a economia funcionando adequadamente o governo criou portos, estradas pavimentadas e mantém patrulhas de soldados para proteger os viajantes.

Essa estrutura governamental funcionava de forma precisa até a corrupção de Jianmin. Com a necessidade de abafar as revoltas populares e capturar mais vítimas para se alimentar, a maior parte do exército foi retirada das rotas comerciais e as obras para a manutenção das estradas e portos foram interrompidas. Isso provocou um aumento rápido na criminalidade no campo e nas cidades. Grupos de ladrões dominam vilas menores, obrigando os camponeses a trabalharem como escravos. Para evitar repreensão do exército os criminosos subornam os oficiais responsáveis pela proteção da área com o que é produzido na vila. Isso formou dezenas de pequenos feudos espalhados pelo império dominados por grupos de foras-da-lei.

Os camponeses se organizam na forma de famílias e clãs. Várias famílias podem pertencer a um mesmo clã, formando complexas linhagens de parentesco. Antes da corrupção de Jianmin os clãs serviam como uma forma de organização social formada por pessoas que desejavam fortalecer suas famílias e seus negócios. Alguém que fosse habilidoso na criação de espadas poderia ser convidado num clã formado por uma família de ferreiros, por exemplo. Da mesma forma, uma família por artistas marciais poderia ser convidada a se unir com um clã de comerciantes, com a primeira família oferecendo proteção e a segunda sustentando economicamente o clã. A ligação dos clãs é estabelecida por meio de casamentos arranjados entre membros, permitindo assim que seja estabelecido parentesco entre as famílias. Com os diversos casamentos entre clãs e adição de novas famílias ao longo dos séculos, entretanto, essas organizaçãos se tornaram cada vez mais complexas e difíceis de acompanhar. Duas pessoas vivendo em lados opostos do império podem ser parentes próximos sem nunca terem se visto a vida toda. A prática dos clãs em tentarem proteger seus membros (gerando ocasionalmente longas e violentas vinganças mesmo por pequenos desrespeitos) tornam a vida dos membros dos clãs ainda mais complexa.

A união dos membros dos clãs logo se mostraram uma barreira para o império corrupto de Jianmin. Para dividir essas organizações o imperador começou a oferecer prêmios pela denúncia de supostos traidores do império, sem a necessidade de provas da traição. Conflitos internos e externos se iniciaram, quando clãs passaram a acusar uns aos outros e mesmo membros de um mesmo clã começaram a trocar acusações. Vários dos clãs mais tradicionais tentaram se rebelar contra Jianmin após a implantação da nova política. Estes viram suas principais famílias serem exterminadas e substituídas por famílias dispostas a trabalhar com o império. Existem ainda clãs fortes e honrados, mas a maioria dos clãs se desmanchou, virando grupos com membros com mesmo sobrenome e o mínimo de ligação.

História do Império

Vou fazer um resumo da história me concentrando em Jianmin (o imperador atual) pois a história completa está no pdf de Dragon Fist (que, como já falei, é gratuito).

Jianmin é filho do imperador Chaoshi. Seus primeiros setenta anos de governo foram uma época de reconstrução do império, pois o governo de seu pai foi repleto de guerras e rebeliões. O imperador era sábio e amava o império, trabalhando na melhoria de vida de seu povo e no desenvolvimento da nação. Novas estradas foram construídas, as rotas comerciais foram reforçadas, as cidades receberam melhorias e os trabalhadores do campo receberam ajuda do império através da construção de novas barragens, desvio de rios e construção de casas. O império viveu um período de melhoria e iluminação somente comparável ao ocorrido no seu início. Jianmin era adorado como um deus mesmo sendo ainda um mortal e ninguém duvidava que o imperador seria elevado ao posto de uma divindade após sua morte.

Apesar de sua sabedoria, Jianmin temia a morte. Ele passou a buscar por uma forma de recuperar sua juventude, usando cada vez mais da fortuna do império para isso. Sua busca não trouxe resultados. Depois de décadas governando, Jianmin, idoso e enfermo, se viu à beira da morte. Foi então que um camponês surgiu nas portas do palácio, oferecendo para o imperador uma lótus negra que concederia vida eterna para quem a consumisse. Jianmin aceitou a lótus, desesperado com a proximidade da morte. A flor recuperou a juventudade do imperador, que imediatamente ofereceu ao camponês qualquer coisa no império como recompensa pela lótus.

O camponês respondeu que não queria riquezas materiais. Ele queria almas e Jianmin teria que prover essas almas se quisesse manter sua juventude. Ele então desapareceu, deixando Jianmin com sua fome sobrenatural.

Os vinte anos seguintes foram o pior reinado na história de Tianguo. Burocratas e militares corruptos exploram a população, inocentes são raptados ou acusados de crimes que não cometeram para alimentar Jianmin e o império está em clara decadência.

O Mundo das Artes Marciais

Os deuses sempre demonstraram sua aprovação dos imperadores de Tianguo através do Mandato dos Céus. Esse era um título concedido ao imperador que garantia o clima necessário para as colheitas, a saúde dos animais e da população. Todos sabem que Jianmin não possui a aprovação dos deuses pois secas e tempestades destroem as plantações e a peste se espalha entre os animais e o povo. A única forma de salvar Tianguo é estabelecendo outra pessoa como imperador, o que pode só pode ser conseguido com a derrota de Jianmin.

Para atingir esse objetivo, diversas sociedades secretas de artistas marciais se reuniram. E elas reuniram seus lutadores mais habilidosos lutadores para enfrentar os servos de Jianmin, derrubar o imperador e reestabelecer a ordem em Tianguo.

O Mundo das Artes Marciais é formado por nove sociedades:
a) Punhos da Justiça, os lutadores desarmados da Irmandade do Jade;
b) Tigres Vermelhos, os espadachins que pregam que sua arte não deve ser limitada por códigos de conduta;
c) Portões dos Céus, arqueiros que buscam a iluminação;
d) Sopro do Dragão, feiticeiros que estudam o equilíbrio entre o yin e yang;
e) Grandes Imortais, feiticeiros que buscam a imortalidade através do estudo do yang;
f) Lótus Branca, santos dedicados a ajudar o império através da ajuda dos espíritos naturais;
g) Lótus Negra, praticantes de artes proibidas que negociam com demônios;
h) Macacos de Ferro, camponeses que usam objetos comuns como armas;
i) Devoradores de Fantasmas, o maior grupo criminoso de Tianguo.

Nas próximas semanas eu vou começar a adaptar as diversas sociedades, usando algumas regras do Mecha & Manga quando necessário mas tentando me manter ao máximo com as regras dos livros que já temos disponíveis em português. Com sorte dá pra fazer essa adaptação em nove partes, o que deve significar um pouco mais de dois meses (uma por semana, mais ou menos).

Não pretendo mestrar isso agora, mas já me ajuda também deixando material preparado para uma futura campanha.

Pequeno update: Pedi ajuda para traduzir Mundo das Artes Marciais e consegui o termo ‘wugongshi jie’. Agradecimentos ao Allian.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. valberto permalink
    14/11/2009 2:14 am

    Mutcho bom!

  2. Arquimago permalink
    14/11/2009 11:35 am

    Muuuito interessante!

  3. Pensamento Coletivo permalink
    25/11/2009 2:58 pm

    Bom, que trabalhão você teve em traduzir/digitar tudo isso… impressionante. Sempre adorei DF, é um dos meus jogos favoritos. Divertidissimo. Meu grupo e eu jogamos até uma sessão em Tianguo há alguns meses.

    • cesar/kimble permalink*
      25/11/2009 3:46 pm

      Pena que até agora não teve nenhuma manifestação do autor em fazer uma nova versão. Um rpg de DF era algo que eu compraria na pré-venda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: