Skip to content

Usando tecnologia para melhorar a sessão

11/05/2010
tags: ,

No Neogrognard incluíram duas matérias sobre a utilização de novas tecnologias para melhorar as sessões de jogo.

Na primeira matéria é tratado o assunto de forma mais geral, mostrando o uso de ferramentas como laptops e programas de criação de mapas. Tem algumas sugestões interessantes, como o uso do Skype. Todos os jogadores do grupo do autor usam seus laptops durante a sessão, onde recebem os mapas dos locais onde estão, tem registrados as suas fichas de personagem, etc. Isso permite que, quando um jogador tem o tempo livre pra jogar mas não pode ir até o local da sessão, eles façam o jogo utilizando do Skype. Os outros jogadores estão com o Mestre na mesa de jogo, o jogador ausente vê tudo que acontece e participa através do programa.

É até citado pelo autor que ele conhece um grupo de jogo onde os membros tiveram que se separar (provavelmente, uma mistura de mudanças de cidade, escola/universidade e trabalho) e continuam a jogar juntos usando do Skype e dos diversos programas que existem hoje para ajudar quem joga pela internet. Novas tecnologias garantindo que amigos possam continuar se divertindo juntos.

A segunda matéria é a melhor das duas. Nela os autores mostram como construíram uma sala para jogar D&D. Em vez de usar mapas, tiles ou só um quadro branco desenhado por cima, eles combinaram várias opções.

Um projetor foi fixado no teto e emite a imagem dos mapas da sessão sobre um quadro branco que fica em cima da mesa. Esse quadro é quadriculado, permitindo então controlar fatores como movimento e etc. Como a imagem é projetada (e não desenhada na hora) o Mestre pode ser mais detalhista na criação dos mapas (afinal, desenhar todos os detalhes de cada mapa durante a sessão quando for mostrar estes para os jogadores é algo complicado). E qualquer anotação que tenha que ser feita no mapa é desenhada sobre o quadro branco. Perfeito pra jogos (apesar de que as fotos mostram algumas ‘gambiarras’ feitas para conseguir montar a sala).

Eles ainda usam várias outras ferramentas para ajudar no jogo, como fichas feitas no Character Builder e mapas criado numa mistura de Adobe e Maptool. Algumas coisas ainda são deixadas na forma tradicional, como usar dados e miniaturas físicas. Rolar os dados ou mover miniaturas ainda tem um valor tátil muito importante pro grupo, pelo jeito. Entendo isso. Achei linda a sala, só que eu também gosto de brincar com miniaturas e usar as mãos para jogar dados.

Ah, se eu tivesse grana pra montar uma sala dessas. Grana e espaço.

Fonte: Balard.

One Comment leave one →
  1. Arquimago permalink
    11/05/2010 6:30 pm

    Realmente, as coisas são bem interessante! E que sala!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: