Skip to content

Inacreditáveis Casos Sobrenaturais (Resenha)

07/02/2012
INACREDITAVEISCASOS_220

Já que tenho mais ou menos uma hora livre, resolvi escrever uma resenha curta sobre um suplemento que terminei de ler ontem. Inacreditáveis Casos Sobrenaturais é um suplemento com quatro aventuras para o sistema Rastro de Cthulhu, da Retropunk.

Para quem não conhece, Rastro de Cthulhu é mais um sistema baseado na mitologia criada por H. P. Lovecraft. A diferença de outros rpgs similares é possuir uma mecânica construída para privilegiar as histórias investigativas, com regras que favorecem a descoberta de provas ao mesmo tempo que mantém o processo de resolução dos mistérios nas mãos dos jogadores. É um sistema que eu gosto muito, apesar de não ter mestrado ainda uma campanha longa nele. Lembro que uma das primeiras coisas que pensei ao ler o módulo básico foi como seria fácil adaptar Ravenloft, um dos meus cenários favoritos, ao sistema.

O suplemento Inacreditáveis Casos Sobrenaturais traz quatro aventuras prontas para o sistema. Na primeira, Devorador das Brumas, os personagens sobrevivem a um naufrágio e vão parar numa ilha deserta. Eles rapidamente descobrem que existe algo de sobrenatural no lugar e eles precisam escapar se quiserem continuar vivos.

Em Tiros em Xangai lembra histórias de mistério e ação em terras estrangeiras, na época da Segunda Guerra. Diferentes facções com interesses em conflito acabam gerando empecilhos para os personagens, enquanto eles tentam encontrar um artefato perigoso que se perdeu na cidade.

A Morte Ri por Último tira inspiração das primeiras histórias de heróis mascarados. A época em que os protagonistas ainda eram pessoas normais ou com alguma habilidade sobrenatural menor, como nas histórias de O Sombra. Os personagens investigam um assassinato incomum e logo descobrem que ele pode estar relacionado as ações de uma lenda urbana, um combatente do crime com dons estranhos.

E por último, Dimensão Y traz uma experiência científica que coloca os personagens numa corrida contra o tempo para conseguirem salvar sua própria sanidade. De todas as quatro, me pareceu a mais perigosa para os personagens.

O livro é ótimo. Aconselho a compra para quem já conhece e gosta de Rastro, especialmente para aqueles que nem sempre tem tempo para escrever uma aventura ou que gostam de mestrar one-shots.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: