Skip to content

Suposto jogador de playtest fala sobre as mecânicas do D&D Next (Atualizado)

15/02/2012

Atualização pelo twitter da Wotc:
(Trevor) For those following it, the post in the GitP forums doesn’t appear to actually be from our playtest or playtest material #dndnext

Notícia original:
Um jogador que supostamente tem participado de playtests da próxima edição de D&D, resolveu quebrar o acordo (NDA) feito com a WotC e divulgar algumas informações sobre o jogo. Segue abaixo um resumo do que ele comentou. É importante alertar que não existe forma de confirmar essas coisas até que o playtest aberto aconteça.

Os personagens do grupo são um Humano Mago, um Elfo Mago, um Anão Warlord, Meio-orc Clérigo, Halfling Ladrão.

Aparentemente, os dois magos usam sistemas de regras diferentes. Isso pode tanto ser uma opção esperada ou uma tentativa de testar os dois modelos e ver o que funciona melhor em jogo. Acredito na segunda opção.

O humano mago prepara magias retiradas de um livro. Esse número aumenta com o tempo (5 magias no segundo nível e próximo de 30 no décimo). Elas são preparadas diariamente. O número de slots para colocar essas magias é menor que em edições anteriores (só 2 magias diárias no segundo nível, 5 no quinto e 7 no décimo nível). Aparentemente as magias não parecem ter círculos ou níveis, já que você pode decorar qualquer combinação delas, com a única limitação ser cinco ‘cópias’ da mesma magia por dia.

Além disso, esse mago consegue usar magias de encontro (uma magia decorada no começo do dia e que se mantém como sua magia de encontro pelo resto do dia). Magias tem CD para resistir (metade do dano), baseado na magia. E ele pode comprar feats para ganhar magias de ataque at-will (no caso do exemplo, um javelin de fogo).

O elfo mago tem cantrips, 5 por dia. Funcionam como magias at-will. Ele não fala muito como funcionam suas magias por dia, mas explica um sistema de cálculo de resistência a magia diferente: o CD é rolado com um 1d20 + Inteligência (aparentemente).

Tanto o warlord quanto o clérigo conseguem curar. Nos primeiros níveis, o warlord cura somente dentro do combate e o clérigo somente fora. Isso muda no quinto nível, quando os dois começam a curar em qualquer das duas situações. Nesse ponto o clérigo também parece conseguir trocar suas magias (rezas) diárias.

O ladino consegue lutar com duas armas desde o início. Ele pode escolher entre fazer dois ataques, com uma penalidade e causando menos dano ou um ataque sem penalidade e causando um pouco mais de dano que um ataque individual. Ele continua dando sneak attacks, mas as regras mudaram um pouco. Ele causa 1d6 no segundo nível, 2d8 no quinto e 3d8 no décimo nível. Além disso, ele ganha algumas habilidades menores, como causar mais dano se o alvo que estiver flanqueando errar um ataque. E dois poderes diários, que ele ganha no quinto e décimo nível (se são poderes diferentes ou o mesmo poder ganhando mais usos, não é explicado).

O warlord parece ganhar habilidades para ajudar os outros personagens no combate. Uma habilidade descrita é o Wolf Pack Tactics: quando o warlord acerta alguém, ele ou um aliado adjacente pode se mover.

O avanço dos modificadores, tanto de ataques quanto ganhos por uso de magias, é bem mais lento. Isso faz com uma mesma aventura possa ser usada em níveis bem diferentes. O jogador descreve como eles usaram uma mesma aventura no segundo, quinto e décimo nível. No segundo eles sofreram TPK, no quinto as coisas funcionaram usando de estratégia, no décimo eles não tiveram que trapacear (usando de metagaming) para vencer.

O grupo já conseguiu alguns itens mágicos, mas a quantidade também parece menor do que o padrão nas últimas edições.

Ainda não tem informações sobre as outras classes, sobre o cálculo dos modificadores, sistema de resolução de ações ou o ritmo de ganho de feats (ou mesmo se eles são opcionais ou parte da progressão normal).

Para quem quiser ler o original, aqui.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Fernando Hax permalink
    15/02/2012 9:11 pm

    Será… Não joguei ou li D&D 4ª Ed., mas não está parecido, apenas menos “épico” do que essa edição? Mas um retorno aos sistema vanciano (modificado) pode ser interessante.

  2. Malukks permalink
    21/02/2012 11:15 am

    Só de ter Warlord já vale a pena, hehe. Quanto aos magos usarem formas diferentes de save, isso vai jogar no colo do player a responsabilidade de manter atualizada tal informação para com o mestre. Talvez este use uma folha extra com os saves de cada tipo de player? Aliás, se aparentemente as magias não possuem mais nível, o save de todas deveria ser o mesmo – acelerando o jogo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: